Aumento peniano

Através da estimulação poderá treinar-se o pénis, para que após alguns meses consiga recuperar o tamanho original.

Terapia de acompanhamento para o pénis após a paraplegia

Retardamento do recolhimento do pénis

Em paraplégicos o pénis perde na maior parte das vezes a sua funcionalidade sexual. Um vez que deixa de ser irrigado e treinado como antes, o órgão sexual masculino recolhe cada vez mais para dentro do tecido da bacia, retrai-se. O encurtamento poderá ser tão extremo, que em alguns casos a bexiga apenas pode ser esvaziada recorrendo à cateterização.

Causa

Ainda mais do que acontece num homem operado à próstata, as ligações dos nervos são afetadas: Devido à seção dos nervos da espinal medula, a hipófise no cérebro, a próstata, os gânglios linfáticos da bacia e os testículos deixam de comunicar com as vesículas seminais através dos circuitos nervosos. O que faz com que as necessárias ereções noturnas durante o sono, que irrigam o pénis e o treinam, deixem de ocorrer. O resultado pode ser uma perda da sua funcionalidade e redução do seu comprimento.

Solução

Ao reforçar a irrigação sanguínea do órgão sexual masculino a terapia com PHALLOSAN® forte simula para o corpo as ereções, permitindo assim impedir ou desacelerar a retração do pénis. Através da estimulação é possível treinar o pénis para que após alguns meses volte a ter o seu tamanho original, o que, em termos físicos e de saúde representa uma grande vantagem