Aumento peniano

Um pénis fino tem dificuldade em estimular as zonas erógenas da mulher

Pénis fino

Um problema físico e psicológico

Quer os estudos médicos, quer as análises empíricas comprovam que um pénis fino pode ser um problema. As zonas mais sensíveis de estimulação sexual da mulher encontram-se no terço dianteiro da vagina feminina.

Para a experiência sexual da mulher é, por isso, acima de tudo menos importante o comprimento do pénis, e mais importante o seu perímetro. Um pénis fino tem simplesmente mais dificuldade em estimular estas zonas erógenas que um pénis grosso.

Fala-se num "Pénis fino" em geral, quando o seu perímetro é inferior à respetiva média local. No espaço europeu, o perímetro médio do pénis situa-se pelos estudos atuais entre 12 e 14cm.

Efeitos psicológicos de um pénis fino

Pior são, no entanto, quase sempre os efeitos secundários psicológicos de um pénis fino. Enquanto os homens com um pénis grosso e pequeno recorrem normalmente ao ditado (justificado) "Curto e grosso, mulher feliz, comprido e fino, mulher sofrida", um pénis fino de tamanho normal, mas demasiado fino, funciona como algo estranho e não natural para o homem.