Aumento peniano

Por vezes um pénis curvo torna-se num verdadeiro problema.

Pénis curvo

A curvatura normal do órgão sexual masculino

Um pénis curvo incomoda o seu detentor na maior parte das vezes em termos estáticos, pura e simplesmente não gosta de o ver. Por regra, um pénis raramente é realmente direito. Isso é a exceção. Tanto faz em que direção o pénis se curva, em situações de curvaturas não motivadas por patologias, estas não implicam qualquer desvantagem prática para o indivíduo. O mesmo já não acontece, quando existem curvaturas extremas ou mesmo uma verdadeira "dobra" no pénis. Nestes casos, para além dos problemas psicológicos e sociais, existem de facto problemas reais nas relações sexuais. Consoante o grau de curvatura, o ato sexual pode ser limitado, determinadas posições não podem ser realizadas, ou ser mesmo totalmente impossível. Nestes casos um pénis curvo torna-se num autêntico problema.

Quando é que uma curvatura do pénis se torna um caso patológico?

Curvaturas até cerca de 30 graus para a direita ou para a esquerda são consideradas irrelevantes. Apenas se entende existir uma verdadeira curvatura do pénis quando o valor de desvio é superior.

No entanto, não devemos confundir o assunto "pénis curvo“ com o ângulo em que o pénis ereto se afasta do corpo. Também aqui se aplica: Raramente existe um pénis que se afasta realmente na perpendicular no corpo. Para além disso, os respetivos ligamentos de retenção dos corpos cavernosos afrouxam com o avançar da idade, reduzindo assim o ângulo de afastamento.